O seu salão

ENCONTRE UM SALÃO

ENCONTRE UM SALÃO PERTO DE SI

Geolocalize o seu salão

Conheça os salões Jean Louis David perto de si

Ou

Pesquisar apenas saloes com uma barra em estilos

Encontre todos os saloes para realizar uma SPEED BRUSH, SPEED CURL, SPEED UP-DO

Duelo de penteados: franja cortina versus franja curta
Duelo de penteados: franja cortina versus franja curta
Penteados

Duelo de penteados: franja cortina versus franja curta

Partilhe
A estação outono-inverno 2013-2014 anuncia-se como sendo a época das franjas. Franjas que se apresentam repicadas, na sua versão lateral, curta ou comprida, conforme as preferências. Por que tipo de franja se deve optar no quotidiano, e porquê? Acabemos com as dúvidas num frente-a-frente para desempatar estas duas franjas.   A franja cortina. Ideal em cabelos compridos, a franja cortina é um modelo comprido, profundo e estruturado. Aliada ideal dos cabelos maleáveis e densos, a franja cortina confere matéria e estilo aos penteados que se usam nesta estação. No dia-a-dia, é usada lisa e imponente, pelo que convém ponderar bem a sua escolha antes de a adotar! De facto, a franja cortina não é propriamente muito discreta e é difícil livrar-se dela. Cortada com máxima precisão, trata-se de uma franja que exige manutenção. É ideal para dinamizar cortes discretos e rígidos em busca de originalidade e de um toque glam’rock.   A franja curta. Estrela dos anos 2000, a franja curta está visivelmente de volta nesta época que assinala o início do novo ano escolar. Ligeireza, originalidade e estilo definem na perfeição esta franja de “meia dúzia” de centímetros. Impecavelmente repicada, a franja curta usa-se desgrenhada ou perfeitamente penteada, dependendo do efeito pretendido. Independentemente de os cabelos serem compridos, curtos ou de darem pelos ombros, a franja repicada acompanha qualquer mulher que assim o queira.     O nosso veredicto. Mais moderna, a versão “cortina” é a vedeta das cabeleiras em voga. No quotidiano, acompanha os cabelos soltos ou os rabos-de-cavalo lisos. A franja curta é, sem dúvida, bem mais difícil de assumir, principalmente se for desgrenhada. Convenhamos que não é evidente andar com uma franja que mais parece um “erro” de tesoura no meio da testa...   © Pixelformula / Desfiles Emilio Pucci pronto-a-vestir, outono-inverno 2013-2014 e Salvatore Ferragamo pronto-a-vestir, outono-inverno 2013-2014 © Jean Louis David
Saber mais:
Rechercher uniquement les Bars à style

Encontre todos os saloes para realizar uma SPEED BRUSH, SPEED CURL, SPEED UP-DO